Hoff esteve na Francal representando Governo Gaúcho

Home  »  Segurança  »  Hoff esteve na Francal representando Governo Gaúcho
jul 12, 2010 No Comments ››

Na última terça feira estive na Francal representando o nosso Governo do Estado, junto a entidades do Setor Calçadista, e pude verificar um pouco do bom momento vivido em relação ao mercado interno. Na abertura da feira nosso Governo foi representado pelo Secretário de Desenvolvimento Econômico Josué Barbosa. A nossa Governadora Yeda continua mantendo o firme propósito de incentivar nossas empresas calçadista ao investir no espaço destinado para as empresas gaúchas apresentarem seus produtos na Feira.

A seguir transcrevo a entrevista de lideranças no setor calçadista sobre o presente e o futuro do setor, ao Jornalista Políbio Braga, que divulgou também em seu site. Consta um alerta sobre as importações que vinham da China e agora estão sendo desviadas para outros países. Vale a pena conferir:

Brasil exportará 15% mais de calçados em 2010

Este ano o Brasil consumirá 10% a mais de calçados e exportará 15% a mais de calçados.

. A previsão foi feita nesta segunda a tarde por Heitor Klein, da Abicalçados.

. O editor alcançou Klein em São Paulo, onde ele participa da edição deste ano da Fracal, que reúne 1 mil expositores de todo o Brasil.

. O editor conversou também com Fátima Daudt, presidente da Associação Comercial e Industrial de Novo Hamburgo, que com Sebrae e Sedai organizou o estande coletivo do RS, que este ano conta com a presença de 51 indústrias pequenas e médias do Estado:

– No ano passado, foram 40. Além disto, nossa área cresceu 200 m2 e obtivemos a melhor posição da Francal.

. O RS ainda é o Estado que mais fatura com a fabricação de calçados, mas quando se trata de volume, divide o mercado com o Ceará.

. O que mais animam Heitor Klein e Fátima Daudt são as vendas para o exterior. Este ano, o Brasil poderá exportar US$ 1,5 bilhão, bem mais do que os US$ 1,3 bilhão do na passado, mas ainda assim, muito aquém dos US$ 1,8 bilhão de 2008.

– As importações de calçados chineses não preocupa mais, devido a imposiçã o de direitos anti-dumpings. O calçado chinês é vendido, em média, a US$ 7,00  par, contra US$ 10 do calçado brasileiro.

Chineses burlam vigilância brasileira e vendem via Malásia

Os fabricantes chineses de calçados burlam a vigilância brasileira, remetendo seu produto via Malásia e Indonésia.

. Trata-se de um ato criminoso deliberado.

. Até a imposição de sobretaxas, os chineses chegavam a exportar 45 milhões de pares por ano para o Brasil, volume que caiu para pouco mais do que zero.

Leave a Reply