Hoff comemora economia de R$ 60 milhões do Governo Gaúcho com pregão eletrônico no primeiro semestre

Home  »  Segurança  »  Hoff comemora economia de R$ 60 milhões do Governo Gaúcho com pregão eletrônico no primeiro semestre
jul 19, 2010 No Comments ››

A notícia abaixo demonstra a importância de contar com o pregão eletrônico pelas administrações públicas em qualquer esfera de Poder. Neste primeiro semestre são R$ 60 milhões de economia pelo Governo Gaúcho, com a mão forte da Governadora Yeda Crusius. Trata-se de uma sistemática de compras transparente e moderna, onde o contribuinte pode acompanhar on line (pela internet) os processos licitatórios.

Fico mais feliz ainda de saber que também fui pioneiro nesta sistemática de compras implantando este modelo de gestão no Hospital Municipal de Novo Hamburgo, onde fui diretor financeiro nos anos de 2006, 2007 até março de 2008, quando me licenciei para concorrer a vereador.

Segue a íntegra da notícia:

Pregão eletrônico gera economia de R$ 60 milhões no primeiro semestre

As licitações feitas via Pregão Eletrônico, no primeiro semestre, geraram uma economia aos cofres públicos gaúchos superior à obtida, na mesma modalidade, durante todo o ano passado.A redução verificada chegou a R$ 60 milhões nas despesas envolvendo compras e contratações de serviços.

Os pregoeiros da Central de Compras do Estado (Cecom-RS), vinculada à Secretaria da Administração e dos Recursos Humanos, apontam que, em 2009, o pregão eletrônico já era responsável por uma queda de mais de 50% no valor das aquisições feitas pelo Estado por meio desta modalidade. Em valores absolutos, a redução representou aproximadamente R$ 55 milhões.

Neste primeiro semestre, o Governo do Estado projetou um volume de negócios em licitações, com o uso da ferramenta eletrônica, de quase R$ 500 milhões. Entretanto, a cada sessão de lances, os valores estimados sinalizavam queda no preço final, demonstrando uma redução percentual que chegou a 12,35% no total.

De acordo com a diretora da Cecom-RS, Carla Poeta, a gestão, a transparência nos procedimentos e o aumento de fornecedores cadastrados foram determinantes para a geração de índices menores de preços. “Atualmente, possuímos em torno de 11 mil fornecedores cadastrados, o que dimensiona a confiança do mercado na seriedade da metodologia adotada nos procedimentos licitatórios.”

Foto: Silvio Alves/Palácio Piratini (Governadora Yeda fala no CAF sobre a Copa do Mundo 2014, junto ao seu Secretariado)

Leave a Reply