Hoff convoca Engenheiros para falar sobre obras do TRENSURB na frente da Rodoviária

Home  »  Segurança  »  Hoff convoca Engenheiros para falar sobre obras do TRENSURB na frente da Rodoviária
fev 25, 2011 No Comments ››

Engenheiros do Nova Via falam sobre Arroio Luiz Rau

Consórcio realiza as obras de expansão do trem até Novo Hamburgo
Atendendo a requerimento verbal, feito na sessão de terça-feira, 22, por Jesus Maciel (PTB), Sergio Hanich (PMDB) e Luiz Carlos Schenlrte (PMDB), o presidente Leonardo Hoff (PP) convidou engenheiros do consórcio Nova Via para falar na sessão desta quinta-feira, 24. Esse consórcio é responsável pelas obras de expansão do trem até Novo Hamburgo. Os vereadores estão preocupados com as mudanças que estão sendo feitas no arroio Luiz Rau.

O gerente de produção Rudimar Berti esclareceu que a canalização colocada pelo consórcio no arroio proporciona melhoria do escoamento. “Já fizemos todos os alargamentos necessários. Só resta fazer as obras de proteção. Na realidade, com certeza não existe agora nenhum prejuízo no escoamento”, afirmou.

Para Jesus, a área perto do shopping Bourbon corre risco de ser alagada por causa das obras. Berti apontou que há diversos problemas no arroio, mas que eles não estão relacionados às obras do trem.

Ito Luciano (PMDB) també m disse estar apreensivo. Ele sugeriu que a Comissão de Obras da Casa faça uma avaliação do caso. “A comunidade quer o trem, mas ele não pode trazer outros problemas à cidade.” Berti apontou que a obra atual no arroio é provisória, feita para a execução da estação. “Quando a estação estiver completa, o canal deverá ser aprofundado e alargado. Essa é a melhor solução que encontramos.”

Carlinhos reiterou que teme represamento da água da chuva. “Gostaria de saber se a empresa será responsabilizada pelos danos às casas invadidas pela água, se isso vier a acontecer”, questionou. Berni disse que, se a empresa causar algum dano, certamente irá se responsabilizar. “E temos uma equipe que está 24 horas de plantão para fazer limpeza no canal”, salientou o engenheiro.

Volnei Campagnoni (PCdoB) disse que as melhorias no arroio deveriam já estar sendo feitas. “Depois de tudo pronto, vai ser mais difícil mexer. Vão ter que fazer uma galeria toda nova. Isso preocupa. Acho que uma das soluções para os alagamentos seria um divisor de águas, para que água não caísse no arroio.” Berni voltou a dizer que o consórcio está fazendo todo o possível para não aumentar o problema da cidade.

Expectativas
O engenheiro Rodrigo Lacerda também usou a tribuna para prestar esclarecimentos. Segundo ele, os trabalhos atuais apenas têm o objetivo de não piorar o problema. “Não temos a canalização do arroio em nosso contrato. Porém, temos a expectativa de que essa outra obra saia. É o momento para isso. Seria muito penoso para a comunidade ter o trem e ainda conviver com as péssimas condições de drenagem. E sabemos que, nos últimos meses, as chuvas aumentaram.” Segundo ele, há projetos que podem resolver o problema.

Raul Cassel (PMDB) contou estar recebendo diversos e-mails de cidadãos preocupados. “As pessoas devem ter segurança para morar.” Serjão disse que as mudanças feitas agora no arroio não parecem oferecer melhorias. Ele visitou o local das obras e voltou preocupado. Matias Martins (PT) disse estar acompanhando a situação pela imprensa, e quis saber mais detalhes sobre as obras.”Hoje, o que está contratado?” Lacerda voltou a salientar que não há nada contratado para o arroio Luiz Rau. “Mas temos um projeto contemplando cerca de três quilômetros, que temos esperança de poder executar.”

Os engenheiros responderam a essas e outras perguntas dos legisladores, e mostraram fotos e projetos no telão. Eles ainda garantiram que há um plano de segurança para os empregados da empresa e da comunidade, que contempla alagamentos.

Carmen Ries (PT) disse esperar que tudo dê certo, e que entende a dificuldade de se fazer um empreendimento desses.

Fonte: http://www.camaranh.rs.gov.br/Noticias.asp?IdNoticia=4569

Leave a Reply