Leonardo Hoff destaca que reforma da Câmara garantirá acessiblidade

Home  »  Economia  »  Leonardo Hoff destaca que reforma da Câmara garantirá acessiblidade
jul 20, 2011 No Comments ›› Guilherme Darros

O projeto de reforma estrutural da sede do Legislativo municipal foi apresentado na tarde desta terça-feira, dia 19, pela Mesa Diretora e Direção da Casa para vereadores e imprensa.Também acompanharam a reunião a Coordenação Administrativa, Legislativa e Procuradoria Jurídica da Casa. A proposta, elaborada pela arquiteta Márcia Wingert, foi dividida em duas partes. Em um primeiro momento, a prioridade é melhorar a acessibilidade ao prédio, que tem quase 30 anos, e resolver problemas estruturais, como infiltração, direcionamento pluvial e instalações elétricas no andar térreo. Uma segunda etapa prevê a otimização do espaço para abrigar, se houver necessidade, mais gabinetes. A estimativa de custos ainda não está concluída.

“Este ano, daremos sequência apenas a reforma estrutural para preservar o patrimônio público, que está deteriorado”, disse Hoff, explicando que uma segunda etapa das obras, não terá iní cio este ano. “Não faremos obra prevendo o acréscimo de mais sete vereadores. Essa decisão ficará a cargo da próxima Mesa Diretora”, esclareceu. Hoff afirmou também que não há previsão de construção de anexos ou de uma nova sede. O projeto propõe o aproveitamento de espaços existentes na Casa.

O presidente da Câmara lembrou que as reformas estruturais e as adaptações das dependências do Legislativo foram acordadas pelos vereadores em reunião no começo do ano. Na semana passada, os parlamentares decidiram dar início somente aos reparos e obras mais urgentes, como a reformulação do plenário, que em vários pontos apresenta goteiras e apodrecimento dos revestimentos do chão e da parede, assim como a implantação do espaço da Ouvidoria.

Por decisão da Mesa Diretora, as obras estruturais serão acompanhadas por uma comissão integrada por servidores da Casa e conduzida pela diretora Cléa Caberlon e pela coordenadora Administrativa, Maria Carolina Seitenfus Hagen. Ao todo, segundo Leonardo Hoff, serão cinco integrantes. Ele esclareceu que o assunto é administrativo e não político. Por isso, funcionários da Casa conduzirão os trabalhos.

Estiveram presentes na apresentação o presidente Leonardo Hoff (PP), Matias Martins (PT), vice-presidente, Ricardo Ritter – Ica (PDT), 1° Secretário, Luiz Carlos Schenlrte (PMDB), 2° Secretário, Jesus Maciel (PTB), Sergio Hanich (PMDB), Carmen Ries (PT), Alex Rönnau (PT), Gilberto Koch (PT), Volnei Campagnoni (PCdoB), Ito Luciano (PMDB) e Antonio Lucas (PDT).

A diretora Cléa Caberlon afirmou que o prédio sofre corrosão há muito tempo. Ela disse que não adianta fazer reforma paliativa, informando que vários gabinetes enfrentam problemas sérios de infiltração. Ela esclareceu que a medida visa a preservar a integridade física de servidores e visitantes.

Sugestões ao projeto
O vereador Ricardo Ritter – Ica sugeriu a instalação de elevadores hidráulicos para cadeirantes. O vereador Carlinhos disse que seria importante rever no futuro o sistema de ar-condicionado, que encontra-se defasado, gerando desperdício de energia. Jesus Maciel falou sobre a necessidade de reforma nas instalações elétricas. Conforme a arquiteta, na primeira etapa da reforma, está prevista apenas no andar térreo.

Saiba mais sobre a proposta de reforma:

Primeira Etapa:
Correção das patologias, principalmente as infiltrações e direcionamento pluvial;
Rampas de acesso ao prédio e ao plenário;
Reforma do Plenário e do pavimento térreo;
Implantação da ouvidoria;
Pintura Externa.

Projeto foi apresentado durante coletiva

Leave a Reply