Moção de Hoff registra falta de pessoal na 3ª DP de Canudos

Home  »  Comunicação  »  Moção de Hoff registra falta de pessoal na 3ª DP de Canudos
fev 8, 2012 No Comments ›› Guilherme Darros

A moção que manifesta repúdio ao governo do Estado, por não colocar estrutura de pessoal na 3ª Delegacia de Polícia de Canudos, de autoria do vereador Leonardo Hoff (PP), foi aprovada por sete votos a seis. A votação ocorreu nesta terça-feira, 7. Votaram a favor Leonardo Hoff, Sergio Hanich (PMDB), Raul Cassel (PMDB), Jesus Maciel (PTB), Ito Luciano (PMDB), Gerson Peteffi (PSDB) e Luiz Carlos Schenlrte (PMDB).

Como argumento, Hoff declara que 96,1 mil habitantes de Novo Hamburgo residem em região de risco nos bairros Canudos, Diehl, São Jorge e São José – líderes em ocorrências de homicídios, tentativas de assassinatos e assaltos. A 3ª Delegacia de Polícia, que abrange essa área, possui apenas um policial no serviço de investigação e outras duas agentes, uma delas cedida recentemente em cartório. “A situação é de calamidade. O governo do Estado não promove concursos para cargos de agentes policiais civis e não finaliza concurso já devidamente em fase de avaliações”, repudia Hoff.

De acordo com o progressista, todos sabem das dificuldades da Polícia Civil e da competência dos profissionais, além disso lembrou a luta para a construção da nova Central de Polícia. “Estamos ao lado da comunidade. É importante que os vereadores se unam. Nosso Município é importante. É a sexta economia do Estado. Precisamos receber o retorno dos impostos que geramos”, declarou Hoff. “Precisamos de investigarores, escrivães, estagiários e, quem sabe, delegados. Falta só nomear os agentes. O Estado pode ser mais ágil”, disse. Além disso, Leonardo Hoff pediu que a Comissão de Segurança da Casa, presidida pelo vereador Volnei Campagnoni (PCdoB), e a Comissão de Direitos Humanos se reunam com o secretário de Segurança do Estado.

Leonardo Hoff voltou à tribuna para rebater às críticas, embora respeite a posição dos colegas. “Votamos conforme nossa ideologia e no que acreditamos. Dizer que a moção é um ato politiqueiro, é falta de respeito. Os colegas poderiam criticar o teor da moção, mas não simplesmente dizer que quem a apresenta em ano eleitoral é politiqueiro. Pensei na comunidade, em debater segurança com pessoas que são líderanças em NH – o que consegui.”

Hoff defendeu a Moção na tribuna

Tagged with: , , , , , , ,

Leave a Reply