Leonardo Hoff recebeu o maestro Marcos Gröff para debater sua saída da Orquestra hamburguense

Home  »  Comunicação  »  Leonardo Hoff recebeu o maestro Marcos Gröff para debater sua saída da Orquestra hamburguense
mar 20, 2012 No Comments ›› Guilherme Darros

Após uma saída confusa da Orquestra de Sopros de Novo Hamburgo (OSNH) o maestro Marcos Gröff reuniu-se com o vereador Leonardo Hoff (PP) na manhã desta terça-feira, 20 de março, para esclarecer os principais motivos de seu afastamento. Durante o encontro, ambos falaram sobre o visível crescimento da OSNH no Município, contando com site e principalmente com a participação da comunidade que após a saída de Gröff, manifestou-se nos meios de comunicação da cidade defendendo sua permanência.

Segundo o maestro, sua história na Orquestra iniciou-se em 2000, assumindo em 2007 a regência com o objetivo de aproximar os hamburguenses da orquestra. “Fui responsável pela criação do Concerto Didático e do projeto Orquestra no Bairro que auxiliou no engajamento dos hamburguenses ao trabalho da orquestra”, destacou Gröff que também procurou dar prioridade a repertórios populares visando tornar a comunidade mais identificada com o trabalho realizado pela Orquestra de Sopros. A gravação de um CD sem auxílio de verba pública é um dos resultados do trabalho do maestro Marcos Gröff que afirma que a orquestra nunca havia sido tão divulgada como durante sua regência. “Nós lotamos o novo Teatro da Feevale e fizemos uma emocionante apresentação durante o Natal dos Sinos”, lembrou.

O vereador Leonardo Hoff diz não compreender a saída do maestro e enfatiza a necessidade de alterar algumas regras da própria orquestra. “Hoje, apenas três músicos da OSNH são de Novo Hamburgo e isto tira a identidade da orquestra que carrega o Município no nome”, destacou o progressista que assim como Gröff, discorda dos métodos da nova gestão da OSNH.

Hoff defende alterações na Orquestra de Sopros de Novo Hamburgo

Tagged with: , , , , , , ,

Leave a Reply