Trensurb abre três novas estações hoje

Home  »  Comunicação  »  Trensurb abre três novas estações hoje
dez 2, 2013 No Comments ›› Guilherme Darros

Nessa segunda-feira, 2 de dezembro, a Trensurb abre ao público três novas estações, que constituem a segunda e última etapa da expansão do metrô até Novo Hamburgo. As estações Industrial, Fenac e Novo Hamburgo irão funcionar em regime de pré-operação, de segunda a sexta-feira, das 12h às 16h. Os intervalos entre viagens serão de 10 minutos, seguindo a grade horária atual. No período de pré-operação, ainda sem previsão de término, o acesso ao sistema metroviário através dessas estações será isento de cobrança de passagem.

O funcionamento das estações Industrial, Fenac e Novo Hamburgo em regime pré-operacional acontece da mesma forma como já havia ocorrido com as estações Santo Afonso e Rio dos Sinos – que operam comercialmente desde julho de 2012. Os horários em que as estações permanecerão fechadas servirão para a realização dos ajustes necessários e correções de possíveis falhas detectadas durante a circulação dos trens. Os finais de semana ficarão reservados para a eventual necessidade de intervenções mais profundas.

A expansão Novo Hamburgo
A primeira etapa da expansão, que compreende 4,9 quilômetros de via permanente e duas estações (Rio dos Sinos, em São Leopoldo, e Santo Afonso, em Novo Hamburgo) foi inaugurada em julho de 2012. A segunda etapa, que segue até o Centro de Novo Hamburgo, tem 4,4 quilômetros de via e três estações (Industrial, Fenac e Novo Hamburgo).

O empreendimento adiciona, no total, mais 9,3 quilômetros de Linha 1, atingindo 43,4 quilômetros de extensão, de Porto Alegre a Novo Hamburgo, percorridos em aproximadamente 53 minutos. A expansão completa o projeto original da linha da Trensurb, de conectar a capital ao município hamburguense, elaborado na década de 1970 pelo Grupo Executivo de Integração da Política de Transportes do governo federal.

Todo o novo trecho é estruturado em via elevada e comporta cinco novas estações, as duas primeiras já em operação. Serviços complementares incluem reurbanização dos entornos das estações (obras de drenagem pluvial, saneamento, pavimentação de ruas e calçadas), construção de uma ponte rodoviária sobre o Rio dos Sinos, novo sistema viário em São Leopoldo, melhoramento hidrodinâmico do Arroio Luiz Rau, reassentamento de 730 famílias em situação de vulnerabilidade social e atualização tecnológica do Centro de Controle Operacional da Trensurb. O Consórcio Nova Via, responsável pela execução da obra, é constituído pelas empresas Norberto Odebrecht, Andrade Gutierrez, Toniolo/Busnello e T’Trans. O projeto é orçado em R$ 953 milhões.

Tagged with: , , , , ,

Leave a Reply